quarta-feira, 17 de dezembro de 2014
Luan Santana grava DVD Acústico em SP
- a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0-9

Depois de um DVD que resultou de show para multidão de pessoas na Arena Maeda, em Itu, Luan Santana vai até o outro extremo do campo musical para gravar agora um DVD intimista, a começar pelo som acústico. O espetáculo será em São Paulo, nos Estúdios Quanta, no dia 17 de dezembro (hoje), desta vez destinado apenas a convidados, o que não exclui fãs ­- em apenas quatro horas, eles somaram mais de 17 mil inscrições na internet em busca de um lugar na seleta plateia, como pede a ocasião. O repertório é outro ponto excepcional no histórico do astro, que se inspira então na cultura pop dos anos 50 e 60, exaltando a influência de Elvis Presley e Beatles em sua formação musical. Trata-se de um resgate do passado que mira o futuro.

Mais uma vez, Luan Santana, 23 anos, promete ousadia musical, atitude que tem sido marca constante em sua carreira. Basta dizer que o cantor vem ditando hit após hit nos últimos anos, apontando tendências na música brasileira, do som ao visual, passando essencialmente pelo palco. De conceito não menos grandioso que o último trabalho, o show Acústico apresenta, pela primeira vez no Brasil, esculturas kinéticas de premiados artistas que Luan foi buscar na Alemanha.

Estamos falando, afinal, do brasileiro que mais entrou no ranking Social 50 da Billboard Americana, o que faz dele um dos campeões de busca no mundo todo, em redes sociais. No Brasil, é o nome musical mais influente da web, segundo o jornal O Globo, isso sem falar nos prêmios Multishow, Nick, Imprensa e outros tantos que estampa na estante.

Com mais de 3,5 milhões de discos vendidos, tem sido chamado de “príncipe da música”, despertando a atenção de artistas estrangeiros. Vide o hit internacional “Bailando”, com Enrique Iglesias, que o convidou para o dueto gravado em Havana.

Com vocês, Luan Acústico:

O repertório para o show acústico de Luan Santana soma 20 canções, sendo 10 inéditas e 10 regravações, a saber: “Escreve Aí”, “A Gente Dá Certo”, “Eu Não Merecia Isso”, “Morena”, “Conto De Fadas”, “Não Preciso De Você”, “Um Ser Só”, “Futuro”, “Meteoro”, “Você Não Sabe o Que é Amor”, “Um Beijo”, “Falando Sério”, “Cê Topa”, “Amar Não é Pecado”, “Te Vivo”, “Te Esperando”, “Sufoco” e “Tudo Que Você Quiser”, entre outras.

A banda que acompanhará Luan na ocasião reúne só profissionais da melhor procedência, a começar por Aaron Sterling, baterista de John Mayer. A produção musical e os arranjos de Dudu Borges, que produz Luan desde o disco anterior, “O Nosso Tempo é Hoje”. César Lemos, violonista e produtor brasileiro que mora há 14 anos nos Estados Unidos, também estará no palco. Uma das maiores apostas da atualidade na guitarra brasileira, o violonista Mateus Asato, de apenas 19 anos, que hoje estuda em Los Angeles, é mais um nome neste time. Temos ainda Cara de Cobra, percussionista que tocou 15 anos com Ivete Sangalo, considerado um dos melhores do Brasil. E mais: Daniel Quirino, Silveira e Paulinho, back vocals, que se fizeram notar na maioria dos discos brasileiros de sucesso na última década. Silveira, diga-se, também é produtor, tendo assinado até discos com Ed Motta, o que lhe dá a chancela de um grande leque de estilos. Toda uma orquestra sob a regência do maetro Otávio de Morais. Luan Santana também participa da concepção do espetáculo, que traz registros assinados pela conceituada diretora Joana Mazuqueli.

O conjunto da obra que está para se realizar endossa um crescimento musical do artista protagonista. Aí está, pode-se dizer, com perdão do paradoxo, um sinal bem-vindo da maturidade precoce de Luan, sem perder o alcance a ouvidos de todas as idades.

Relacionados


Comente:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.