segunda-feira, 30 de novembro de 2015
“Praga De Mula Véia” é a nova de Mayck e Lyan com Fernando e Sorocaba
- a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0-9

Desde que despontaram no mercado, Mayck e Lyan ficaram conhecidos por manterem a cultura e tradição sertaneja em suas canções. A voz grave e aveludada de Mayck somada aos arranjos da viola caipira de Lyan, fizeram com que os irmãos criassem uma marca registrada, recebessem elogios e conquistassem o respeito de duplas consagradas.

Prova disso é “Praga de Mula Véia”. De autoria dos irmãos, a música conta com a participação especial de Fernando e Sorocaba, que pela primeira vez na carreira, dividem a faixa num pagode de viola. “Mayck e Lyan são dois cantores talentosos que despontaram no mercado trazendo o sertanejo bem raíz. Foi um grande prazer participar, ainda mais num pagode de viola, estilo que gostamos bastante, mas que nunca havíamos gravado”, dizem. “Para nós, gravar com Fernando e Sorocaba foi uma honra muito grande. Ficamos imensamente felizes pois, além da música ser nossa, esta também é a primeira vez que gravamos uma parceria com outro artista em um projeto nosso”, reforçam os irmãos.

“Praga De Mula Véia” refere-se ao ditado “praga de mula véia não pega em cavalo de raça”. A composição primorosa fala sobre o término sofrido de um relacionamento, com muito bom humor, contado no estilo bruto e bem sertanejo.

A canção foi produzida por Fernando Zor no estúdio FS. “Mantivemos o estilo bem característico dos meninos, com destaque para Lyan nos ponteios da viola caipira. O resultado ficou excelente e a música tem tudo para ser um hit”, afirma Fernando. A canção também se transformou em clipe, que pode ser conferido abaixo:

Parceiros na vida e na música, Mayck e Lyan possuem 18 anos de estrada e, ao longo da trajetória, já dividiram o palco com nomes de peso como, Chitãozinho e Xororó, Zé Ramalho, Zezé Di Camargo e Luciano, Daniel, dentre tantos outros. Mas, sem dúvida, a verdadeira paixão é Tião Carreiro e Pardinho. “Dona Nair, esposa do saudoso Tião Carreiro, já declarou que quando escuta nossas músicas, se recorda deles. Carinhosamente, disse que nos assemelhamos demais ao som que eles faziam, o que para nós é motivo de orgulho”, falam.

Relacionados


Comente:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.