terça-feira, 30 de maio de 2017
Thiago Brava fala sobre machismo em sua nova música de trabalho
- a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0-9

Na última quinta-feira (24) o cantor Thiago Brava, dono dos hits “Se For Pra Não Causar Eu Nem Vou” “Namora Bobo” entre outros, lançou em seu canal do youtube sua mais nova música de trabalho: “Aquela Que Você Respeita”. Através de um video clipe, que contém depoimentos de mulheres das mais variadas profissões, a canção retrata a batalha da mulher em lidar com a sociedade machista atual.

Thiago conta que que se inspirou em situações reais para compor a música: “Ali de cima do palco tenho uma visão privilegiada, e comecei a observar o comportamento dos homens em relação às mulheres, desde a maneira deles olharem até a abordagem, presenciei muitas cenas e a maioria delas desrespeitosas e preconceituosas”.

Assista o clipe “Aquela Que Você Respeita” abaixo:

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Datafolha no ano de 2016, 500 mulheres são agredidas por hora no Brasil e 70% delas atribuem a violência contra mulher ao machismo. A Delegada Jaqueline Valadares, da 2ª Delegacia da Mulher em São Paulo, explica que  a Lei Maria da Penha elenca algumas hipóteses de violência doméstica, sendo elas: “Violência física, psicológica, moral, sexual e patrimonial” portanto, a mulher que se sentir agredida, não apenas fisicamente, pode procurar uma Delegacia regional e prestar queixa contra seu parceiro atual, ou não, que a inferiorize pela condição de ser mulher.

Para Juliane Silva (23), estudante de Direito, relatar através de uma música a luta da mulher contra o machismo, ja é uma grande conquista: “Não somente no sertanejo, mas em outros estilos musicais, é comum ver a mulher ser colocada como objeto sexual, letras que vulgarizem a roupa que ela está, ou fazendo apologia pra que a mulher beba e fique mais fácil, ver uma canção retratando ao contrário, ainda mais no sertanejo, me deixa muito feliz como mulher”.

Ao ser questionado se ainda há preconceito com as mulheres no sertanejo, Thiago finaliza: ”No mundo sertanejo as mulheres dominaram e finalmente tiveram espaço para provar o seu valor e talento. O resultado foi esse: estão no topo das mais tocadas e foram abraçadas pelo público, não há machismo que resista a tanto talento”.

Por: Aline Sousa

 

Relacionados


Comente: